Archive for the ‘CGM’ Category

adageO Consumidor! Pelo menos na opinião da AdAge que “seguiu” o caminho da Time realçando o papel do consumidor como produtor de publicidade.

A ideia até podia ser interessante, a Time é que se antecipou e o que seria uma verdadeira “caixa” não passa de de um dejá vu.

Tags: Advertising technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Tendências

time

Na altura que a Time escolhe como “Pessoa do Ano” todos aqueles que vão contribuindo, mais ou menos anonimamente, para a Web2.0, o Público tem uma notícia acerca de uma previsão da empresa de consultoria Gartner que aponta o ano de 2007 como o fim do boom dos blogs.

Duas notícias interessantes e importantes que importa seguir

Tags: Web 2.0 technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Já Aprendiam

Depois da Edelman e da Wall Mart, parece ser agora a vez da Sony e da ZIPATONI tentarem subverter as normas e criarem um fake blog com o intuito de promoverem a PSP. Ao que consta a tentativa nem sequer foi muito bem planeada, quer pelo nível do discurso, quer pelo facto do URL estar registado no nome da agência. Já não bastava tentar enganar a malta, ainda por cima são maus a fazê-los.

Mais sobre o assunto no Adrants e no Adfreak

Tag: Blogs technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Um estudo realizado pela Ipsos MORI para a empresa de relações públicas Hotwire apresenta dados da crescente influência dos blogs sobre os consumidores europeus. De facto, 34% dos inquiridos afirmou não ter comprado um determinado produto após ler comentários negativos sobre o mesmo num blog.

Um outro dado interessante prende-se com a constatação de que os blogs assumira o segundo posto em termos de fonte de informação mais fiável (24%) atrás da imprensa tradicional (30%).  Já 52% dos inquiridos admitiu ser mais provável comprarem um determinado produto após lerem críticas positivas ao mesmo num blog.

Nota: de acordo com os meus cálculos a margem de erro do estudo é de 2,08%

Tag: Blogs technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

A questão do “tamanho” e “influência” da blogosfera lançou uma interessante, e por vezes exaltada, discussão neste nosso cantinho lusitano – se bem que quando falo em gerou uma discussão restrinjo o universo da mesma a uns quantos bloggers que seguem estas tendências, já que, tanto quanto me parece os restantes blogs a ela ficaram indiferentes ou quase.

Coube a João Pedro Pereira, seguido de Paulo Querido, iniciarem as lides prontamente contrapostos por Carlos Andrade. Para quem não sabe do que se fala, recomendo a leitura do “State of the Blogosphere” de David Sifry (de que já falei aqui) e do posto “More Blogs, Less Weight” Nicholas Carr expõe o seu ponto de vista. No post do João Pedro Pereira deixa algumas impressões, que não estarei aqui a recordar mas que irei desenvolver.

Continuar a ler »

Pay Per Post

A controvérsia em torno do serviço Pay Per Cost continua a fluir e parece que dificilmente terá fim nos próximos tempos. Em resumo, o serviço permite a empresas contratar bloggers que por um dado valor escrevam posts acerca de produtos ou serviços dessa empresa com o intuito de elevar o buzz em seu redor. Tom Hespos levou a cabo uma entrevista com uma responsável da empresa que pode ser lida ou ouvida aqui e que será certamente útil para perceber qual a orientação do serviço. Já muita gente se pronunciou acerca do assunto, como sejam Jeff Jarvis ou Jason Calacanis, pelo que me limitarei a deixar aqui a minha opinião.

Tal como Jarvis e Calacanis considero o Pay Per Post um mau princípio para o estabelecimento da blogosfera como algo credível; pode até ser uma excelente oportunidade de negócio para marketers e bloggers, mas no fundo será o próprio blogger a sair prejudicado a longo prazo já que, mais tarde ou mais cedo, sabendo-se da sua ligação ao Pay Per Post a sua credibilidade diminuirá.

Para os bloggers como um todo, este tipo de negócios apenas servirá para desacreditar a blogosfera em geral, adicionando-se a outras situações como a que opões Miguel Sousa Tavares e uma calúnia anónima.

Mais do que os links, as visitas ou os comentários, um blog distingui-se – ou deveria distinguir-se – pela credibilidade que os leitores atribuem ao seu autor na discussão dos seus tópicos de eleição. É a sensação de certeza de que quem está deste lado escreve apaixonadamente e fá-lo com a intenção de apresentar as suas ideias aos outros para levá-las a discussão… não para vender os produtos dos outros através de falsificação de opiniões! Assim a erosão será um cenário cada vez mais certo.

Adenda: a questão que se coloca ao Pay Per Post é um pouco a que já aqui enderecei acerca dos esquemas pay-per-digg, já que o conceito viola as normas “tacitamente acordadas” entre os bloggers e os seus leitores.

Tag: Blogs technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

No seu blog da Hitwise, Heather Hopkins revela uma interessante análise acerca da importância que o Youtube vai alcançando nas campanhas políticas americanas. A ler

Tags: Web 2.0 technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo