Hit Tail

O Hit Tail é um novo serviço ao dispôr de sites e bloggers, que analisa o tipo de keywords que levam leitores até a um dado site e recomenda os tópicos sobre os quais esse site/blog se deve debruçar para aumentar o seu número de visitas.

O serviço foi desenvolvido de acordo com a teoria da Long Tail, dando por isso maior enfâse às keywords que geram menos tráfico a nível individual, mas que quando conjugadas representam uma percentagem significativa das pesquisas que conduzem a tráfego. A lógica passa por permitir a quem escreve a possibilidade de estar alerta para novos nichos que possam passar despercebidos.

A ideia em si parece-me talhada para o sucesso, embora tal esteja obviamente dependente da qualidade das sugestões apresentadas e do aparecimento de resultados palpáveis. Os responsáveis pelo serviço alertam que os efeitos do mesmo apenas se deverão sentir após um mês de activação e uso; não sei até que ponto um mês não é tempo demasiado num tipo de processo e de comunicação tão efémero como é o da Internet.

Tags: Web 2.0 technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo


  1. Ruben Eiras

    Há dois meses…

  2. Uma questão de fontes. Sem dúvida. Há fontes e há fontes e eu estou muito longe de tger sido o primeiro a testar o Hittail ou de ter falado nele (também recorri a uma fonte, cuja já nem me lembro). Se a moda é babujar atrás do Techcrunch, pois babuje-se atrás do Techcrunch. Isso não me incomoda.
    Por mim, não gostei de ver foi a afirmação de que o serviço é novo (não é). Ainda para mais umas frases mais à frente temos isto: não sei até que ponto um mês não é tempo demasiado num tipo de processo e de comunicação tão efémero como é o da Internet.
    Mas não leve as minhas palavras demasiado a peito. É positivo ter mencionado o Hittail. Já agora: experimente-o. É útil.

  3. Não é uma questão de bajular ou não o TechCrunch, mas sim de acesso à informação. É que o feed do seu blog, caro Paulo, tem problemas bipolares: ora passam dias sem o receber, ora recebo-o em catadupa. Por outro lado, o facto do blog se encontrar na categoria “nudity” impede o acesso ao mesmo em horário laboral.

  4. Caro Bruno, o feed do meu blog é powered by feedburner. É a primeira vez que me chegam ecos de problemas. Não será também um problema da rede? Isso do nudity, hu-hum, é um problema antigo em muitas empresas e ministérios.

  5. Caro Paulo,

    de facto, nos últimos tempos já não tenho tido problema em receber o feed do seu blog (recebo-o quer no Google Reader quer no FeedReader), mas durante os meses de Julho, Agosto e parte de Setembro reparei que havia falhas tanto que visitei variadas vezes o blog para me certificar que não estava inactivo.

    Quanto ao nudity, parece-me que pelos vistos estará fora do alcance dos dois alterar a situação.

    Abraço




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: