Arquivo de Novembro, 2006

Um estudo da Universidade de Munique revelou que o branding continua a ser fundamental, já que o cérebro responde de forma mais rápida a estímulos (ex. logos) de marcas populares comparativamente a estímulos de marcas menos conhecidas. Na verdade este estudo só vem dar uma “validação neuronal” a um facto há muito adquirido da Psicologia Social a respeito da acessibilidade das atitudes das pessoas perante objectos sociais (que podem ser marcas, pessoas, conceitos, etc.).

A hipótese da mera exposição advoga que quanto mais vezes formos expostos a um estímulo, mais tendemos a gostar deste (existe obviamente um limiar a partir do qual a exposição pode ter o efeito contrário) e mais fortes e acessíveis se tornam as nossas atitudes perante esse estímulo. Aquilo que este estudo vem demonstrar é que as atitudes perante marcas populares são mais acessíveis, logo mais fácil e rapidamente activadas do ponto de vista neuronal.

Aquilo que ainda não é capaz de fazer é definir qual a polaridade (positiva vs negativa) da atitude, o que é uma limitação importante na medida em que, por muito interessante e útil seja saber que uma dada marca se encontra saliente e desperta atitudes fortes nas pessoas, essa é uma informação “coxa” já que não nos permite saber se a atitude despertada é boa ou má o que por si impede actuar sobre a situação.

Os métodos de análise que recorrem a índices fisiológicos – como a electroencefolagrafia, a electromiografia, ou a resposta galvânica da pele – têm a si associados maiores índices de fiabilidade, mas continuam a ser demasiado dispendiosos e a fornecer apenas parte da informação necessária. Em termos de eficiência ainda estão demasiado longe para se tornarem uma prática comum!

Tags: Market Research technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Durex On Fire

Depois da campanha de Guerrilha que já aqui apresentei deixo-vos com duas novas campanhas da Durex na vertente online:

1) The Pants Whisperer que gira em torno de uma sexóloga e da sua obsessão por pénis

pantswhisperer

2) Hump Day onde todas as quartas são dadas novas dicas para o desfrute da sexualidade

humpday

Tags: Advertising technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Um estudo realizado pela Ipsos MORI para a empresa de relações públicas Hotwire apresenta dados da crescente influência dos blogs sobre os consumidores europeus. De facto, 34% dos inquiridos afirmou não ter comprado um determinado produto após ler comentários negativos sobre o mesmo num blog.

Um outro dado interessante prende-se com a constatação de que os blogs assumira o segundo posto em termos de fonte de informação mais fiável (24%) atrás da imprensa tradicional (30%).  Já 52% dos inquiridos admitiu ser mais provável comprarem um determinado produto após lerem críticas positivas ao mesmo num blog.

Nota: de acordo com os meus cálculos a margem de erro do estudo é de 2,08%

Tag: Blogs technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Just Do It

Campanha de promoção da loja da Nike nos Campos Elíseos

nike store

Agência: DDB, Paris

Via: Twenty Four

Tags: Advertising technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Para ler

O João Pedro Pereira realizou um interessante exercício intitulado “História Futura do Second Life” onde faz alguma projecções sobre o que se poderá passar no mundo virtual nos próximos dez anos. Obviamente que o João não tem pretensões de ser o Nostradamus do Second Life, mas não me surpreenderia se muito do que descreve se tornasse realidade. Vale a pena ler.

Tags: Social Networking technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Foi Mesmo ao Fundo

pt_godeeperPelos visto o Instituto do Turismo de Portugal (ITP) abortou o concurso que havia levado a cabo em Setembro no sentido de escolher uma proposta para a publicitação da imagem externa de Portugal. De acordo com o Jornal de Negócios, nenhuma das 13 propostas que foram apresentadas – por 8 das 20 agências convidadas – foi seleccionada porque, nas palavras do vice-presidente do ITP, Frederico Costa:

“As propostas foram boas”, mas como se basearam no conceito já existente “Go Deeper” não atingiram o objectivo de encontrar “um conceito diferente de comunicação”.

Jornal de Negócios, 27 de Novembro de 2006, p. 39

Ora isto é estranho porque de acordo como que vem algumas linhas abaixo:

“(…) no passado mês de Setembro, o ITP convidou as dez maiores agências de publicidade internacionais e as dez maiores nacionais para apresentarem propostas para um novo conceito de publicidade com base na campanha ‘Go Deeper'”

Jornal de Negócios, 27 de Novembro de 2006, p. 39

Diálogo de surdos?

Agora o ITP irá assumir a estratégia de as empresas portuguesas de “brand design” de topo para criar o desejado novo conceito. Aquilo que parece que ninguém no ITP percebe é que o objectivo é vender Portugal aos estranjeiros e não a portugueses, pelo que seria ideal que a campanha fosse realizada por alguém que em parte tenha a perspectiva do consumidor-alvo, mas enfim…

Tags: Marketing technorati_logo sapotags_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo

Geração Youtube

Via Atrium encontrei este interessante post de José A. del Moral que nos dá a visão do seu autor da designada Geração Youtube. Trata-se de uma reflexão interessante mas que deverá ser lida tendo em conta que não se trata de uma caracterização real e fidedigna, mas sim da interpretação que José del Moral faz dessa mesma geração. Aproveitando a deixa vou deixar as minhas impressões acerca das caracterizaçãos do autor:

Continuar a ler »