Uma questão de influência

Matthew Hurst relançou a discussão em torno da influência dos bloggers, mais particularmente da forma de medi-la. A abordagem de Hurst começa correctamente pela necessidade de dividir a influência nas suas partes constituintes para sabermos do que estamos realmente a falar.

Tendo sido esse 0 tema de um dos meus trabalhos de faculdade, revejo-me plenamente na perspectiva assumida por Hurst quando define a influência dos bloggers em termos de:

Autoridade – nível de expertise acerca de um tema:

Credibilidade – nível de confiança dos leitores naquilo que é escrito pelo blogger;

Validação social – nível de recomendação por parte da comunidade (Hurst fala aqui em network measurements, mas penso que validação social surge como um termo mais apropriado).

A questão que se coloca em torno desta desconstrução é a de como medir os seus componentes de forma individual? Se por um lado temos desde já disponíveis ferramentas para analisar a validação social de um blog, seja através do número de links ou do número de visitas; a autoridade e credibilidade são questões mais subjectivas que surgem reflectidas na validação social mas que se torna difícil de distinguir. Até porque não é fácil definir se a validação social surge como resultado da credibilidade e da autoridade do blogger, ou se são estas duas últimas características que são alicerçadas pela validação social da comunidade.

Há ainda o questão de perceber sobre que assuntos um blogger é influente. Como afirma Mitch Ratcliffe, da BuzzLogic, a influência é contextual ao campo de expertise de um blog. Não se pode por isso afirmar taxativamente que um blog tem x nível de influência, é preciso distinguir qual o nível de influência que terá nos temas que aborda.

Em posts futuros vou tentar ‘traduzir’ as minhas reflexões no dito trabalho para posts.

Tag: Blogs technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo


  1. E no caso de blogs e bloggers dedicados a temas onde a autoridade é subjectiva?

    temos o caso dos blogs sobre o hi5, que têm uma audiência enorme e um conteúdo praticamente nulo. Num patamar totalmente diferente existem vários blogs que só se dedicam a comentário político.

    A de medição destes factores vai ser sempre complicada, mas concordo com o ponto principal da questão. Se provarmos que um blogger consegue ser mais influente que um jornal online …🙂




Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: