Top Blogs: Explicações

O meu pequeno exercício teve ecos na blogosfera portuguesa que sinceramente não esperava ou antecipava. No geral, a maioria das opiniões acerca do mesmo são positivas, embora sejam apontadas algumas falhas (exercício que agradeço) que importa agora explicar o porquê de terem surgido. Não escrevi sobre isto mais cedo porque – para além de inconvenientes pessoais e profissionais – resolvi dar um espaço temporal mais alargado para recolher o maior número de comentários, opiniões, sugestões e críticas possíveis no sentido de aperfeiçoar e alargar este estudo que pretendo manter mensalmente. Assim, ficam aqui as minhas explicações aos principais pontos focados nos comentários aos posts e pelas várias referências que a eles foram sendo feitas por essa blogosfera fora.

Quanto ao número de blogs incluídos:

De facto, presumo que 102 blogs representam cerca de 5% a 10% do total da blogosfera portuguesa sendo por isso este tipo ferido de falta de representatividade. Em minha defesa saliento no entanto a incomensurabilidade de um projecto de avaliação de todos os blogs portugueses para os vários parâmetros em análise; para além do facto de ser praticamente impossível conhecer a totalidade de blogs portugueses existentes devido à multiplicidade de serviços de weblogs disponíveis, para não falar dos que são mantidos fora desses serviços. Deduzo que, na melhor das hipóteses, no estado actual possa alargar este exercício a um máximo de 200 blogs; a menos que consiga desenvolver uma forma de tornar isto semi-automático (o que não parece provável!).

Quanto aos blogs não incluídos:

Obviamente que foram deixados de fora blogs que podiam e deviam estar no ranking. Tal aconteceu quer por desconhecimento da existência de alguns, quer pelo facto de não ter acesso a dados essenciais à sua inclusão de outros. A situação mais frequente prende-se com a falta de dados públicos relativos ao número média de visitas: sendo este um dos critérios usados, que possui uma ponderação mais elevada, a sua ausência exclui no imediato um blog do ranking. Terei o maior gosto em alargar o ranking a outros blogs nas próximas edições do mesmo, basta que para tal ter conhecimento da existência do blog e ter acesso aos dados relativos ao número de visitas, já que os restantes indicadores são obtidos através da pesquisa em motores dedicados. Não existe exclusividade do Sitemeter, basta ter um contador ao qual seja possível aceder. Por isso, quem quiser indicar o seu blog ou um blog que ache que devia estar incluído que preenche este critério sinta-se à vontade para o fazer. Da mesma forma, qualquer blogger que entenda que o seu blog não deve ser incluído neste exercício poderá indicá-lo.

A finalizar, um registo que muito me divertiu e que foi mencionado em alguns comentários a vários posts que abordaram o ranking: que este se tratava de uma “cabala” para descredibilizar o Abrupto em favor do Blasfémias! Por muito interessante que tal seja, não se trata do caso presente. Os dados são facilmente constatáveis pelas tabelas publicadas e rapidamente se verifica que a tabela final é puramente lógica. Mais uma vez reitero que o número médio de visitas não é o único indicador de relevo para a formação da mesma, embora assuma um peso elevado na ponderação final.

Tag: Blogs technorati_logo sapotags_logo marcantes_logo destakes_logo favoritos_logo delicious_logo wordpress_logo





Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s



%d bloggers like this: